Minha primeira bike

“O perfeito ajuste do ciclista à bicicleta é fundamental para o bom desempenho do conjunto homem-bicicleta.” Esse conjunto deve estar perfeitamente adaptado para uma pedalada saudável e sem dores. E é através da escolha do tamanho correto do quadro da bike que isso será possível.

É importante comprar o quadro com o número certo. Compare como se fosse um tênis, um número maior cai do pé, um menor deixa apertado. Não é aconselhável treinar corrida ou participar de provas com o tênis de número diferente do seu pé. Equiparamos essa realidade da corrida com a da pedalada.

Depois que você já escolheu o estilo da bike que vai comprar (speed, road, mountain bike, híbrida, …) é a hora de ir atrás do tamanho correto.

As medidas são classificas em:

  • POLEGADAS: (15”, 17”, 19”, 21” ou 16”, 18”, 20”, 22”)
  • CENTÍMETROS: 48cm, 50cm, 52cm, 54cm …
  • SS, S, M, L, XL, XLL, XLLL: quando se encontram no padrão “pequena”, “média” e “grande” é importante checar sua equivalência em relação a uma das unidades acima citadas.

Conforme tabelas abaixo, a conversão para a sua altura fica mais fácil. Observe:

tamquadropolegadaletra

Em Polegadas para MTB

tabela

Para speed é necessário essa diferença no tamanho do quadro.

Agora ficou bem mais fácil, hein!!!!

Mas é preciso atenção, não só o quadro do seu tamanho que lhe deixará confortável. A altura do banco, a altura do cavalo (medida interior da perna), a distância da mesa… e por aí vai. Para deixar tudo certinho com suas peculiaridades, nada melhor que um BIKE FIT em lugares especializados.

Logo mais vou postando mais curiosidades à respeito da bike e toda sua complexidade.

Bons treinos,

DICAS DO SITE BIKE MAGAZINE

Lembre-se: o quadro é o componente principal de uma bike e na maioria das vezes, o mais caro também. Escolha bem para não ter que trocar depois!

Última dica: Se você procura uma boa bicicleta, que se adapte bem ao seu corpo, evite comprá-la em supermercados. Bicicletas devem se adquiridas em lojas especializada, que tenham um pessoal treinado para atender bem e esclarecer as dúvidas dos clientes.

REFERÊNCIAS 

http://www.pedalafloripa.com/2015/01/tabela-de-tamanho-de-quadro-de.html

http://www.bikemagazine.com.br/2011/11/tamanho-correto-quadro/

Anúncios

Boraaaa Challenge

Agora é hora de focar mais…

Depois do Powerman Brasil (10/60/10), dia 30 de julho, continuei treinando a base dos três esportes mas nada muito comprometido.

No início da semana passada retornei com  planilha, com treinador novo e muito foco no Challenge no dia 04 de dezembro de 2016. Essa prova tem a distância de um meio Iron Man (1900/90/21). Vai ser o maior desafio que vou ter em todos esses anos dedicados ao esporte.

Conforme meu treinador, meu treino agora é focado 70% na bike. Uma grande dificuldade, pois pedalar na BR não é fácil, são muitos obstáculos, como ir sozinha, pneu furado pois a as estradas estão muito sujas, época de muito vento… fora o perigo de se estar na BR 101.

Mesmo assim, estar preparada é fundamental. Eu precisaria de 14 semanas de preparação, mas terei apenas 12 semanas e uma viagem de 11 dias no meio desse tempo.

Mas eu me considero pronta para encarrar mais esse desafio.

Bons treinos,

dsc_0239

Transição par corrida no GP Winter 2015

10 Campeonato Catarinense de Aquathlon- 1 etapa

Enfim 2011. Porém, em janeiro não haverá corridas, apenas uma em Laguna. Resolvi então me aventurar no mundo das duas modalidades, mesmo tendo prometido que iria esperar mais um tempo. Dia 30 de Janeiro acontecerá em Balneário Camboriú a 1 etapa do Aquathlon. São 4 etapas, todos no fim de cada mes de janeiro a abril. Serão 600 m de natação e 4 km de corrida. Primeiro você nada depois corre, mesma coisa que o triathlon só pulando da natação direto para corrida, sem a bike entre eles. Parece fácil completar, mas são provas de velocidade, com uma galera competindo para ganhar. Eu, por enquanto, só participar. Nadar ainda é muito dificil para mim. Tenho então mais 20 dias para treinar para não fazer fiasco e ser a última a sair da água. TÁ certo que para quem quer só participar a idéia é terminar a prova. Já quanto aos 4 km, tranquilo. O melhor vai ser fazer um treino específico para essa prova, para não me aventurar em um mundo 100% novo, ao menos conhecer um pouco do que se trata.

Até lá vou continuando meus treinos, sem esquecer dos meus maiores objetivos desse ano que são: Mountain do do Costão, Volta a Ilha Asics, Mountain do da Lagoa, ao menos uma prova de Triathlon e uma meia Maratona.

Os meus objetivos de 2011 já estão traçados, e os seus??

Esteira, naãoooooooo…..

E esse tempo? Estamos em dezembro não é? Que frio…. Não vai ter jeito, a rua ta muito molhada, perigosa para cair e acabar lesionando alguma coisa, porém ficar sem correr não tem como, então hoje é dia de esteira. Naaaaaaaaaaaaoooooooooooooooooooooooo, odeio esteira mas não vai ter jeito, ficar sem correr não dá.

Admito que tenho um certo preconceito com a esteira. A corrida nela é eterna. A última vez que corri em uma esteira fiz 10 km, o que na época deu 1 hora. É muito tempo, pensei na minha vida inteira e ainda planejei o resto até 2020, o tempo não passa, não adianta ter televisão, som, às vezes alguem conversando ali do lado até adianta um pouco mas você diminiu o ritmo para poder tagarelar.

 Na esteira há um desgaste menor, é mais fácil controlar o rítmo cardíaco e a intensidade do treinamento, temos um menor acúmulo de tensão nos músculos, mas mesmo assim, nada como correr na rua, sentindo o ar fresco, o tempo passa rapidinho, e depois que você domina a biomecanica do movimento a corrida flui.

Vantagens da esteira:

  • Amortece o impacto em torno de 10% do peso corporal.
  • O perigo de acidente é quase zero.
  • É mais fácil para corrigir a postura e o gesto esportivo.
  • É mais fácil o controle da intensidade e freqüência cardíaca desejada.
  • É uma boa opção para quem não pode ou não quer correr na rua.
  • Para quem está se recuperando de lesões é um estágio quase obrigatório.
  • Quase todos os tipos de treinos de corrida (intervalado, corrida em ladeira, etc.) podem ser feitos na esteira.
  • É mais seguro por estar longe da poluição, trânsito e violência urbana.

Desvantagens da esteira:

  • Pode ser monótono.
  • A possibilidade de perda de líquidos é maior se o local não for bem arejado.
  • Não dá para simular corrida em declive e nem totalmente plano porque todas têm uma leve inclinação para facilitar o funcionamento do motor.
  • Pode diminuir os reflexos próprios da corrida de rua.

 

Vantagens, desvantagens, não importa, hoje é a esteira que será minha companheira. Bom é que ainda estou com a planilha de adaptação por causa dos pés então serão apenas 7 km entre z3 e z4 da frequência cardíaca, logo após o treino de natação.

Bons treinos e uma boa terça-feira!!!!!

Treino sem treino

De volta a Academia New Corpore, a semana começou com um treino de bike de 45 m e o fortalecimento do joelho trabalhando o quadríceps, a posterior, e um pouco de panturrilha. Eis que hoje começa (até que enfim) o treino de natação que será mais de adaptação a nova modalidade e aperfeiçoamento da técnica do crawl, que é o estilo mais rápido e mais usado na natação.

No estilo crawl, os braços se movimentam alternadamente e as pernas para cima e para baixo. Durante todo o tempo, o nadador se mantém com a barriga para baixo.  Nesse estilo, os braços respondem por 75% da propulsão (ou seja, o impulso para frente) e as pernas por 25% em média. Os braços são responsáveis pela velocidade, o que é ótimo pois haja perna….

Hoje também é dia de correr aqueles 7 km, o que não é uma corrida, mas sim um passeio. Ainda estou sem o treinamento certo da Assessoria Esportiva de Triathlon que vai me guiar (ainda não escolhi) nesses primeiros passos e estou com dificuldades de encaixar as 3 modalidades mais o fortalecimento. Estou treinando sem treino….mas isso não vai ser por muito tempo!!!!!